Duas TikTokers comparam preços de insulina em seus países

Duas TikTokers comparam preços de insulina em seus países e a diferença é surpreendente: A esta altura, não é segredo o quão drasticamente as diferentes contas médicas podem ser ao comparar o Brasil e muitos outros países.

Este é um grande problema para quem procura determinados serviços médicos ou medicamentos, mas não os pode pagar, o que muito rapidamente se torna uma questão de vida ou morte em alguns casos.

A TikToker Sarah Vieira compartilhou recentemente um vídeo em que fazia dueto com outro TikToker @iamchloe.com para comparar o custo da insulina no Brasil e nos EUA, e adivinha? O Brasil chamou a atenção de muitos internautas.

TikTokers recentemente fez dueto para mostrar a diferença drástica no custo da insulina para uma pessoa

Então, um vídeo de dueto tem chamado a atenção de todos ultimamente. Para quem não sabe, um dueto é um recurso do TikTok em que vídeos de pessoas individuais são colocados lado a lado, como uma espécie de colaboração.

Ele mostra dois vídeos separados que apresentam a mesma estrutura visual e enredo, mas diferem em sua mensagem.

O vídeo começa mostrando algumas canetas de insulina com a legenda “essas são minhas canetas de insulina” em português e inglês, e depois mostra duas jovens que “precisam delas para viver”.

TikToker Sarah Vieira postou um vídeo em formato de dueto onde ela compara quanto custa a insulina no Brasil e nos EUA

@Sarah Vieira

O vídeo com que ela fez dueto foi de @IAmChloe.com

@Sarah Vieira

Em seguida, eles mostram uma caneta de insulina individual, mas é aqui que começa a diferir um pouco: a de Sarah tem a legenda “dura 7 dias” e o custo indicado é “R$ 0,00”, enquanto o vídeo à direita mostra a caneta de insulina da Chloe, também por 7 dias, e custa $ 168.

Sim, você leu certo. E não termina aí.

 

Veja também:

Nomofobia: uso excessivo de celular pode levar à ansiedade e até depressão

Continue com: Duas TikTokers comparam preços de insulina em seus países e a diferença é surpreendente

 

Outra moldura apresenta diferentes canetas de insulina, aquelas que duram 10 dias, e a de Sarah, novamente, tem custo zero, enquanto a de Chloe custa US$ 134.

E então ele muda para ambos mostrando algumas canetas de alguns meses. Mais uma vez, as canetas de Sarah custaram absolutamente zero. As de Chloe, por outro lado, somava mais de $15.000.

Veja bem, eles precisam deles para viver.

@Sarah Vieira
@Sarah Vieira

O vídeo termina com as duas meninas mostrando seus estoques de medicamentos e as legendas “Tenho o privilégio de viver em um país que tem um Sistema Único de Saúde (SUS)” versus “Tenho o privilégio de poder pagar minha doença”.

Os últimos quadros também incluem a legenda de Sarah “Defenda o SUS” e o vídeo de Chloe dizendo “Nem todo mundo tem tanta sorte”.

E os custos aumentam rapidamente, pois o diabetes não é algo que desaparece após algumas injeções

@Sarah Vieira

Como o Brasil tem um sistema de saúde universal, não custa nada para Sarah

@Sarah Vieira

E este é o caso em vários países. Se os governos desses países não compensam totalmente as injeções de insulina, eles pelo menos as tornam super acessíveis.

Nesse contexto, o preço médio por unidade de insulina padrão na Austrália é de $6,94, $12 no Canadá, $9,08 na França, $11 na Alemanha e $14,40 no Japão.

E então há os EUA que registram US$ 98,70 nas mesmas estatísticas. Isso é, em média, 10 vezes mais do que a maioria dos outros países, o que implora por uma reforma do sistema de saúde nos EUA.

@Sarah Vieira