Apetite por distração: assistir TV deixa você com mais fome?

Sentar-se em frente à televisão para fazer uma refeição ou lanche após um longo dia é um passatempo recreativo muito popular. Afinal, assistir TV deixa você com mais fome?

Graças aos serviços de streaming que reproduzem todos os episódios de uma série de televisão automaticamente, alguns espectadores não estão nem mesmo queimando as poucas calorias necessárias para alcançar o controle remoto. Nós nos empanturramos, tanto em Bridgerton quanto em Doritos.

assistir TV deixa você com mais fome?
Assistir televisão pode influenciar a quantidade de alimentos que comemos. D-KEINE / ISTOCK VIA GETTY IMAGES

Mas é a preguiça que nos faz mastigar ou outra coisa? É possível que a experiência de assistir TV possa estimular nosso apetite?

De acordo com a Cleveland Clinic, a televisão não é tanto um estimulante do apetite, mas uma distração do apetite. Quando assistimos TV, estamos engajados no programa, o que significa que prestamos menos atenção aos sinais neurológicos e gastronômicos que nos dizem que estamos ficando cheios. Em vez de observar como estamos comendo, estamos engajados em um consumo um tanto passivo.

Em 2015, um estudo publicado no Jornal Internacional de Comunicação e Saúde [PDF em inglês] entrevistou 591 alunos de graduação da Universidade de Houston. Isso mostrou que quanto mais os alunos assistiam, mais eles lanchavam. O estudo também encontrou evidências de que o aumento da audiência de televisão estava associado a uma visão “fatalista” de ingestão de alimentos saudáveis ​​e baixo conhecimento nutricional.

Um dos motivos pode ser que a exibição excessiva de notícias, entretenimento e publicidade na televisão envia mensagens conflitantes sobre a comida. Um programa de notícias pode dizer para você comer mais frutas. Um comercial pode dizer para você comer mais cereal.

Combinar televisão e lanches também cria uma associação cognitiva em seu cérebro que pode levá-lo a considerar as duas atividades interligadas. Em outras palavras, você pode pegar uma pizza ou batata frita não porque está com muita fome, mas porque passou a identificar a televisão com comer. Você pode até comer mais dependendo da duração do programa. Se você está assistindo Friends, uma sitcom de meia hora, pode comer menos do que se estivesse assistindo a um episódio gigantesco de um drama como Mad Men.

Isso não quer dizer que o conteúdo de um programa não seja influente.

Em 2013, um estudo na revista Appetite analisou um grupo de 80 sujeitos, metade dos quais foi instruído a assistir a um programa de culinária e a outra metade a um programa de natureza. Ambos os grupos receberam quantidades iguais de doces cobertos com chocolate, biscoitos de queijo e cenouras.

Os pesquisadores descobriram que os espectadores do programa de culinária – e seus closes prolongados de comidas deliciosas – tendiam a comer mais doces com cobertura de chocolate do que os espectadores do programa sobre a natureza.

Alguns estudos analisaram se o gênero do programa pode fazer diferença – assistir a um filme de ação em vez de uma comédia romântica, por exemplo. Mas vários deles publicados no Journal of the American Medical Association foram posteriormente retratados, colocando suas conclusões em dúvida.

Então, fazer um lanche enquanto assiste à televisão é tão ruim assim?

Como a maioria das coisas, está tudo bem com moderação. Fazer as refeições longe da TV pode encorajar a alimentação consciente, o que direciona sua atenção para a comida à sua frente.

Você será capaz de perceber sinais de saciedade quando não estiver totalmente focado na tela. Melhor ainda, você não terá que se esforçar para ouvir seu programa favorito em vez de tanto mastigar.

Leia também:

Ficar sentado perto demais da TV vai machucar seus olhos?

O que os animais de estimação veem quando assistem TV?