Genial.club

Tudo que você precisa saber sobre como cuidar de orquídeas


Dicas práticas que valem ouro sobre tudo que você precisa saber como cuidar de orquídeas em apartamentos ou jardins externos.

Orquídeas são flores que se adaptam bem a qualquer ambiente, seja na sala, escritório ou até mesmo no jardim de casa.

O fato é que essas plantas possuem várias espécies e ao contrário do que todo mundo pensa, elas não são difíceis de cuidar.

@Petra Keßler/Unsplash

Dica 01: Luminosidade

Algumas espécies gostam bastante de luz, já outras preferem que a luminosidade seja menor, a questão aqui é a observação da planta para perceber onde a orquídea se adapta melhor.

Quem possui plantas dentro de casa, deve deixá-las próximas as aberturas para que a iluminação seja pelo menos, indireta.

Dica 02: Temperatura

O clima da região e também o espaço escolhido para as cultivar vai indicar o melhor substrato e como vão funcionar as regas da flor.

Regiões com clima mais quente é essencial que os vasos segurem mais a umidade e que as regas sejam mais frequentes.

Já em regiões mais frias, a aposta é em vasos de cerâmica ou barro uma vez que eles são porosos e, sendo assim não corre o risco de as raízes apodrecerem.

Dica 03: Regas

Uma dica para descobrir se a orquídea precisa ser regada é a verificação do substrato. Idealmente ele deve estar levemente úmido.

Deve-se atentar também ao horário das regas que, deve ser sempre ao amanhecer ou no final da tarde, quando o calor e o sol estão mais amenos.

Algumas espécies pedem mais regas que outras, deve atentar-se a isso e, sempre reservar alguns minutos do dia para verificar a necessidade das plantas.

Dica 04: Circulação de ar

Orquídeas gostam de ambientes bem ventilados, então, idealmente elas preferem um jardim, caso isso não seja possível é interessante deixá-las próximas às aberturas.

Um local sem muita circulação de ar pode prejudicar o seu crescimento e até mesmo deixá-la mais fraca e suscetível a alguma praga.

Dica 05: Cuidado com as pragas

As orquídeas cultivadas em jardins têm mais chances de sofrer o ataque de pragar, entretanto isso também pode acontecer em orquídeas cultivadas em apartamentos ou em vasos.

Atentar-se a presença de qualquer bicho, como caracóis, lesmas e até mesmo formigas que podem se alimentar das folhas da planta, mas, a praga mais conhecida dessa espécie é o pulgão.

Inseticidas ajudam a resolver grande parte das pragas.

Dica 06: Substrato

A terra não é o substrato mais recomendado para as orquídeas visto que suas raízes precisam de mais espaço e em algumas espécies elas são aéreas.

O recomendado é usar casa de pinheiros, perlite, xaxins e até mesmo uma mistura destes que podem ser comprados em floriculturas já prontos.

O adubo ideal por sua vez, é o NPK 20-20-20, que pode ser utilizado no máximo uma vez por semana, sendo colocado no substrato da planta.

@John Wiesenfeld/Unsplash

E se mesmo colocando todas essas dicas em prática as orquídeas morrerem?

É bastante comum, isso pode e vai acontecer visto que, o ambiente doméstico é mais seco, com falta ou com excesso de ventilação, diferentes poluentes o que gera um estresse e exige a adaptação da planta.

Infelizmente nem sempre é possível reproduzir todas as necessidades que uma orquídea precisa no cultivo em casa.


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Oops, você está offline.