Por que cachorros têm bigodes?

Bigodes: as “antenas” dos cães

Para muitos donos de cães, os bigodes são apenas mais uma característica fofa no rosto de seus animais de estimação. Mas eles são muito mais do que isso para os filhotes que os usam.

Ao contrário de certas qualidades selecionadas pelos criadores ao longo dos anos, os bigodes de um cão servem a um propósito importante que é crucial para como os cães percebem o mundo.

MICHAEL KILCOYNE, UNSPLASH

Os bigodes, ou vibrissas, no focinho e nas sobrancelhas de um cão são diferentes dos pelos que cobrem o resto do corpo. Além de serem longos e rígidos, esses pelos estão enraizados em folículos repletos de nervos no fundo da pele. Quando um bigode roça em algo – como uma tigela de comida ou a mão de uma pessoa – ele transmite informações sensoriais para o cérebro que ajuda o cão a avaliar o que está à sua frente.

Mesmo sem tocar em um objeto, os bigodes ainda podem pegar pistas úteis. Eles são sensíveis o suficiente para registrar movimentos mínimos no ar, o que pode alertar os cães sobre ameaças próximas. Purina compara a sensibilidade dos bigodes de um cachorro às pontas dos dedos de um humano.

Os cães e as pessoas sentem o que os rodeia de maneiras diferentes

Embora os cães não vejam em preto e branco, eles percebem menos cores do que os humanos e sua visão pode não ser tão nítida.

Outros sentidos compensam esses pontos cegos literais, incluindo o toque. Usando seus bigodes, os cães podem navegar melhor no escuro, avaliar o tamanho dos pequenos espaços, evitar o perigo e rastrear as presas. Mesmo que seu animal de estimação não precise deles para sobreviver, eles ainda podem usá-los para se comunicar. Quando os bigodes de um cão estão eriçados e voltados para a frente, é um sinal de que ele se sente ameaçado.

Se você corta regularmente o pelo de seu cão, pode se perguntar se pode aparar ou até mesmo arrancar seus bigodes também. Os veterinários não recomendam isso, pois pode deixar seu animal de estimação desconfortável e desorientado. Mas não se preocupe muito se o dano já foi feito – bigodes de cachorro voltam a crescer.