Genial.club

Horta em casa: 10 alimentos para cultivar em pequenos espaços


A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o consumo de 400 gramas de legumes, frutas e verduras por dia. Apesar do Brasil ser destaque na produção destes alimentos, somente 40% da população ingere a quantidade considerada ideal pela OMS.

Uma boa ideia e, alternativa para aumentar essa taxa de consumo e alterar os hábitos alimentares é plantar em casa e, sendo assim ter sempre à disposição vegetais frescos e orgânicos.

Por isso a ideia da horta em casa – separamos 10 alimentos para cultivas em pequenos espaços.

Alface

A alface é rica em vitaminas como ferro e cálcio e, possui propriedades calmantes. Segundo a Anvisa, a alface é uma das hortaliças mais contaminadas por agrotóxicos e, por isso plantá-la em casa torna-se mais seguro o consumo.

Para isso, um local próximo a janela para que a planta possa se desenvolver é essencial. O vaso para cultivo deve possuir um palmo de profundidade e furinhos para drenar o excesso de água.

Tomate

@Elaine Casap/Unsplash

O tomate tem origem nas Américas e, é muito nutritivo. Concentra licopeno que também atua como antioxidante quando consumidos em molhos e extratos (que são aquecidos).

Mesmo sem um quintal ou jardim é possível cultivar tomates em casa e, sem o uso de agrotóxico.

O tomate cereja se adapta muito bem em vasos, desde que seja possível atender à alguns critérios, como a profundidade do vaso que deve ser de 45 cm para o melhor desenvolvimento do mesmo.

Espinafre

O espinafre é bastante conhecido por ser o vegetal que dá forças ao Popeye no desenho e, assim como na televisão ele é muito benéfico por ser rico em vitaminas e possuir alta capacidade antioxidante, o que comprovadamente pode prevenir o câncer.

O plantio deve ser em um vaso e o vegetal deve ser colocado em um local da casa onde possui sol, mas que não incida diretamente sobre a plantinha. Após 40 a 120 dias a partir do plantio já pode ser realizada a colheita.

Acelga

Diferentemente de outras hortaliças, que devem ser consumidas in natura, a acelga pode ser cozida e adicionada a bolinhos, refogados, sopas e yakisoba. Ela é excelente para manter a dieta visto que, é rica em antioxidantes e composta por diversas vitaminas.

Preferencialmente na Primavera ou Outono, que possuem temperaturas mais amenas, girando em torno de 18 a 20 graus Celsius, a acelga pode ser cultivada por meio do preparo de canteiros. (Também é resistente a climas mais quentes, desde que não haja incidência solar direta sobre ela).

O plantio também pode ser feito diretamente em um vaso para o seu melhor desenvolvimento, em cerca de quatro dias já aparecerão plantinhas germinadas. Em 50 dias, estará pronta para ser colhida e consumida.

Vagem

A vagem é bastante versátil, podendo ser incorporadas em receitas com preparos quentes e também frios. É rica em ácido fólico, que traz muitos benefícios para o desenvolvimento do bebê na gestação, por exemplo, também previne o câncer de cólon.

Para o plantio da vagem, exige-se sol pleno, é necessário ainda checar se a vagem é do tipo que cresce horizontalmente formando arbustos ou verticalmente, neste caso é necessário colocar uma cerca de arame ao redor do vaso.

O ideal são apenas duas sementes de feijão-vagem para cada vaso. A colheita é estimada em 80 dias quando a cor dela ficar com um tom mais marrom.

Cebolinha

Um dos temperos indispensáveis para o brasileiro, a cebolinha traz sabor aos alimentos sem aumentar a ingestão calórica. Além da presença marcante, o seu maior benefício é o auxílio no controle da pressão arterial.

Para cultivar cebolinhas em casa é necessário procurar um local onde o sol bata constantemente.

Para um cultivo eficaz e rápido da cebolinha, é recomendado plantá-la a partir da raiz e, em 40 dias já estará pronta para ser colhida. Lembrando sempre que, na hora de colher é necessário cortar as folhas de fora, pois no meio da planta sempre há novas folhas surgindo.

Pepino

O pepino é um alimento que pode manter um ser humano hidratado pois, em sua composição tem 95% de água – trazendo diversos benefícios ao organismo como ajudar na prevenção da pressão alta, se consumido regularmente.

Quanto maior o vaso em que o pepino for plantado, melhor será o seu desenvolvimento, rendendo mais e mais colheitas. É recomendado também colocar uma tela de arame ao redor do vaso de modo que a planta possa se enrolar.

Cenoura

@Julian Hochgesang/Unsplash

Cenouras possuem betacaroteno, que estimula a produção de melanina que, é responsável pela pigmentação da pele – assim trazendo um bronzeado durável se consumida todos os dias. Também é rica em vitamina A que auxilia na saúde dos olhos.

Para o seu plantio deve-se escolher um local em que a planta tenha incidência solar direto em vasos de no mínimo 20 cm de profundidade.

Rabanete

De sabor adocicado e apimentado, o rabanete é muito popular na culinária oriental. Em relação a saúde, é rico em ferro e outros nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo.

A região mais propícia para o plantio do rabanete é o Sul do Brasil, pois ele se adapta melhor a regiões frias com temperaturas entre 10 e 20 graus Celsius. Para a colheita, o rabanete estará pronto em quatro semanas.

É recomendado que as sementes sejam colocadas em um canteiro que, deverá ser o local definitivo das plantas. Germina em 4 a 5 dias.

Pimentão

As receitas ganham um colorido especial com pimentões amarelos, vermelhos ou verdes além de um sabor muito característico, levemente adocicado. Possui elevada quantidade de vitamina C.

Ter pimentões em casa significa ter uma dieta saudável. Eles se adaptam a climas quentes, mas, a sua temperatura de plantio ideal é de 20 a 25 graus Celsius. Os frutos nascem de tamanho reduzido com temperaturas acima de 30 graus.

É indicado colocar o vaso em um ambiente com luz solar direta e, a planta deve receber bastante água, mas, com o cuidado de não encharcar a terra.

 

BÔNUS:

Inspiração para uma mini horta


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Oops, você está offline.