Alimentos humanos seguros para cães (+22 alimentos que eles NUNCA deveriam comer)

Ter um cachorro não é como ter um peixinho dourado em um aquário ou um hamster em uma gaiola. Os cães são muito mais do que animais de estimação – eles são nossos bebês! Por isso separamos alimentos humanos seguros para cães (+22 alimentos que eles NUNCA deveriam comer)

Eles são nossa família, são nossos melhores amigos, e eles realmente incríveis em mostrar amor incondicional.

@Georgie Pauwels/photopin

Como os outros membros de nossas famílias, é natural querer alimentar nossos cães com uma comida deliciosa e saudável que os faça parecer e se sentir bem por dentro e por fora.

Entretanto, você não pode compartilhar toda a comida humana com seus cães. Na verdade, alguns alimentos super saudáveis ​​para os humanos podem ser tóxicos para os cães.

Quer ter certeza de que você não está alimentando seu cachorro com nada que possa prejudicá-lo?

Compartilharemos alimentos para humanos que são seguros para cães (e os perigosos também).

Acima de tudo, deixamos claro que, cada cão tem um metabolismo e, dessa forma consultar um veterinário é essencial. 

Os cães podem comer abacaxi?

@Karsten Winegeart/Unsplash

O abacaxi é delicioso e refrescante, e é perfeitamente seguro para cães!

Esta fruta é carregada de nutrientes, incluindo vitamina B1, que pode ajudar a quebrar os carboidratos. Ele também contém vitamina B2, uma coenzima que ajuda outras enzimas a funcionarem melhor.

Como acontece com todos os alimentos humanos que são seguros para filhotes, seu cão só deve comer abacaxi com moderação. Muito de qualquer coisa (mesmo que seja seguro) pode ser prejudicial.

Os cães podem comer espinafre?

Na próxima vez que você tiver espinafre no prato, tome cuidado com o quanto seu cão o mastiga. O espinafre não é mortal ou tóxico para os cães, mas é rico em ácido oxálico e isso pode causar danos aos rins se ingerido em grandes quantidades.

Se o seu cão gosta de verduras e vegetais, é muito melhor oferecer ervilhas, feijão verde, aipo e couve de Bruxelas. Até o brócolis é uma escolha melhor do que o espinafre, embora os cães devam comê-lo apenas ocasionalmente.

Alguns outros vegetais para evitar alimentar seu cão incluem cogumelos e aspargos. Contudo, certos tipos de cogumelos podem ser venenosos para os filhotes – então é melhor não arriscar.

Os cães podem comer camarão?

Se for alimentar o seu cachorro com camarão, certifique-se de que o camarão esteja totalmente cozido e que todas as cascas e caudas sejam removidas. Nunca alimente nenhum cão com um pedaço de camarão cru ou mal cozido!

Para o cão que adora peixe, você também pode oferecer pequenas quantidades de atum e salmão. Para manter o seu cão seguro, evite peixes pequenos, como a sardinha, e certifique-se de que todos os ossos foram totalmente removidos, para que não haja risco de asfixia.

Os cães podem comer queijo?

O queijo não é apenas seguro para cães, mas é um ótimo veículo para entregar um remédio para cachorros que eles podem não querer tomar por conta própria – muitos treinadores de cães, até mesmo usam cubos de queijo como ferramenta de treinamento.

Ao alimentar o seu cachorro com queijo, é melhor optar por opções com baixo teor de gordura, como queijo de cabra. Lembre-se de que, assim como as pessoas, os cães podem ser intolerantes à lactose.

Se seu cão parece ter problemas para digerir queijo na primeira você oferecer, é melhor falar com seu veterinário antes de alimentá-lo novamente.

Os cães podem comer ovos?

@Georgie Pauwels/photopin

Desde que sejam cozidos, sim! Eles são carregados com proteínas e, embora contenham colesterol, na verdade é o bom colesterol. Ovos crus podem ser perigosos, então sempre se certifique de que estejam totalmente cozidos!

Tentando inserir mais proteínas saudáveis ​​na dieta do seu cão? Também é seguro alimentá-los com manteiga de amendoim, porco, frango e peru como fontes de proteína eficazes e saudáveis.

Os cães podem comer laranjas?

As laranjas não são tóxicas, mas são ricas em açúcar, por isso os cães devem consumir apenas em pequenas e moderadas quantidades. Muitas laranjas (ou tangerinas) podem causar problemas gastrointestinais em filhotes.

Embora as laranjas possam ser seguras para comer, existem algumas frutas que são tóxicas para os animais de estimação, como passas e uvas.

Nunca alimente o seu cão com passas ou uvas ou qualquer alimento que as contenha, mesmo que seja em pequenas quantidades..

Os cães podem comer cenouras?

@Samia Liamani/Unsplash

Se o seu cachorro adora mastigar coisas, é hora de servir cenouras! Elas têm poucas calorias, são ricas em fibras e fornecem aquele crocância que a maioria dos cães adora.

Quando os filhotes estão com os dentinhos crescendo, cenouras congeladas podem até ser usadas como uma forma de aliviar o desconforto. As cenouras ganham pontos bônus como lanches para cães porque todo aquele mastigar e mastigar também pode ser benéfico para a saúde dental do seu cão!

Tal como acontece com todas as frutas e vegetais, certifique-se de que foram devidamente lavados, limpos e descascados antes de oferecer para o seu cachorro.

 

Veja também:

Por que cachorros têm bigodes?

Continue com Alimentos humanos seguros para cães (+22 alimentos que eles NUNCA deveriam comer)

 

Os cães podem comer morangos?

De modo geral, sim – novamente, com moderação. Seu conteúdo de fibra ajuda na digestão e o ômega-3 é bom para a pele e o pelo.

Lembre-se de que os morangos contêm açúcar. Enlatados e processados contêm ainda mais açúcares e ingredientes artificiais, então se você quiser alimentar seu filhote com algumas frutas, escolha as frescas.

É ainda melhor alimentá-los com frutas orgânicas que não foram tratadas com nenhum conservante ou herbicida.

Se você deseja alimentar seu cachorro com frutas, as maçãs são uma escolha melhor. Eles são crocantes e satisfatórios, como as cenouras, e são uma ótima fonte de fibra, vitamina A e vitamina C. E lembre-se de que eles não podem comer sementes de maçã ou mastigar o miolo – eles contêm cianeto e podem ser mortais.

Alimentos humanos seguros para cães com moderação

Existem alguns alimentos que os cães podem comer, mas não são recomendados. Ou seja, se algumas gotas caírem no chão, isso não causará grandes problemas, mas deve ser evitado, se possível.

Qualquer coisa que não seja gordurosa está liberada para alimentar seu cão com moderação. Um pequeno pedaço de peito de frango cozido é perfeitamente adequado. Se eles têm estômago sensível ou vomitam depois de comer a comida humana, tente dar estritamente à comida de cachorro.

@James Barker/Unsplash

Aqui estão os alimentos que podem ser consumidos com moderação pelo seu cão:

  • Abacate
  • Frango cozido
  • Pão
  • Arroz
  • Ovos mexidos

Alimentos humanos que seu cão NUNCA deveria comer

Não importa o quanto seu cão queira comer do seu prato, existem alguns alimentos que você deve evitar a todo custo (mesmo quando eles fazem aquela carinha irresistível):

  • Amêndoas
  • Qualquer coisa com álcool
  • Caroços de abacate
  • Cafeína
  • Chocolate
  • Citrino
  • Coco
  • Espigas de milho
  • Alho
  • Uvas e Passas
  • Alho-poró
  • Nozes de macadâmia
  • Leite ou outros produtos lácteos
  • Cebolas
  • Pêssegos e ameixas
  • Carne crua
  • Salgadinhos
  • Cogumelos selvagens
  • Xilitol (goma e bala)
  • Massa de fermento

Se o seu cão acabar comendo esses alimentos, os efeitos colaterais variam de vômitos a convulsões, insuficiência hepática e, em alguns casos, morte.

É importante manter qualquer alimento fora da vista quando você não estiver por perto e manter seus caninos saudáveis ​​e felizes!

Para jogar pelo seguro, consulte seu veterinário antes de alimentar seu cão com qualquer tipo de alimento humano. E lembre-se, mesmo os alimentos humanos que são seguros para cães só devem ser consumidos com moderação.

Quais alimentos humanos são seguros para cães?

@Zhaolong/Unsplash

Nunca alimente seu cão com qualquer tipo de alimento humano, a menos que você tenha 100% de certeza de que não é tóxico para sua raça.

Entretanto, se o seu cão alguma vez comer algo perigoso por acidente, antes de mais nada, ligue imediatamente para o veterinário de sua confiança.

Quando se trata de um membro peludo da família, é sempre melhor prevenir do que remediar.