Genial.club

A razão por trás do guarda-roupa brilhante da Rainha Elizabeth II


DANIEL LEAL-OLIVAS, AFP/GETTY IMAGES; JOHN STILLWELL, WPA POOL/GETTY IMAGES; CHRIS JACKSON, GETTY IMAGES; JOHN STILLWELL, AFP/GETTY IMAGES; CHRIS JACKSON-POOL, GETTY IMAGES; ARTHUR EDWARDS, AFP/GETTY IMAGES; DAVID ROSE, WPA POOL/GETTY IMAGES; GARETH CATTERMOLE, GETTY IMAGES

A vida glamorosa de um nobre vem com um conjunto rígido de regras de moda. Ombros expostos são desaprovados em casamentos, e os guarda-roupas de viagem devem sempre incluir uma roupa toda preta.

Mas nem todo costume de moda vem de uma tradição estabelecida. Como relata o Reader’s Digest, o hábito da rainha Elizabeth II de usar cores brilhantes é auto imposto – mas seu estilo chamativo é mais do que uma preferência estética.

Em eventos públicos, a Rainha da Inglaterra costuma chegar usando tons de néon esportivos, do verde limão ao azul ovo do tordo.

Embora seus chapéus e jaquetas elegantes sejam típicos de uma realeza, as cores divertidas em que aparecem podem parecer uma afirmação incomum para a rainha de 94 anos.

Sua nora Sophie, condessa de Wessex, revelou recentemente que Sua Majestade escolhe os trajes ousados, não para ela, mas para os espectadores que vêm vê-la.

“Ela precisa se destacar para que as pessoas sejam capazes de dizer ‘Eu vi a Rainha’”, disse a Duquesa no documentário de 2016 The Queen at 90.

Suas aparições públicas podem atrair multidões, e ao se vestir em tons atraentes, A Rainha Elizabeth garante que até as pessoas nos fundos serão capazes de identificá-la.

O visual vibrante é exclusivo da Rainha, mas outras regras de moda que ela segue são mais universais para o resto das mulheres da família real.


Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Oops, você está offline.