8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo que valem seu tempo

A sede por novos conteúdos para assistir nunca passa. Felizmente temos os filmes de Hollywood e o que ele sabe fazer de melhor: histórias sobre si mesmo. Nós, do Genial.Club separamos 8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo que valem seu tempo que, de uma forma ou de outra, são uma carta de amor, uma acusação autor reflexiva ou até mesmo uma joia satírica de Hollywood – ou talvez todos os itens listados enrolados em uma bola gigante de entretenimento que absolutamente tem seu valor.

8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo que valem seu tempo:

01. Era uma vez em… Hollywood

8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo e que valem seu tempo

@Divulgação

Filme de 2019, do gênero comédia dramática, escrito e dirigido por Quentin Tarantino.

Em Los Angeles, 1969, Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) um ator de TV, e seu dublê Cliff Booth (Brad Pitt) traçam um caminho pela indústria cinematográfica que estava em grande transformação com a finalidade de fazer o seu nome em Hollywood. Eles conhecem diversas pessoas influentes, o que acaba os levando aos assassinatos cometidos por Charles Manson. O nono filme do roteirista e diretor, conta também com um grande elenco e diversas histórias para fazer uma homenagem à era de ouro de Hollywood.

O que observar: Brad Pitt e Leonardo DiCaprio em seu único filme juntos!

Veja o trailer aqui.

 

02. Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo e que valem seu tempo

@Divulgação

Filme de 2014, dirigido por Alejandro González Iñárritu e escrito por Iñárritu, Nicolás Giacobone, Alexander Dinelaris, Jr. e Armando Bó.

No passado, Riggan Thomson (Michael Keaton) foi um astro que interpretou um filme de super-herói: o Birdman. Porém, desde que recusou a estrelar o quarto filme com esta personagem a sua carreira começou a desmoronar. Em busca de seu reconhecimento, essa comédia trata uma crise existencial do ator e como ele lida com a direção, roteiros e ensaios de uma peça para a Brodway.

PS: Ninguém pode perder a ironia de que Keaton interpretou Batman nos anos 80.

O que observar: tente achar os cortes de câmera. Será impossível.

 

VEJA TAMBÉM:

23 fotos que revelam os truques que os cineastas usaram em seus filmes

Continue com: 8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo que valem seu tempo

 

03. Sunset Boulevard (Crepúsculo dos Deuses)

8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo e que valem seu tempo

@Divulgação

Filme estadunidense de 1950, do gênero noir, dirigido e coescrito por Billy Wilder, e coproduzido e coescrito por Charles Brackett.

Para fugir dos representantes de uma financeira, Joe Gilis (Wiliam Holden) se abriga na mansão decadente de Norma Desmond (Gloria Swanson) que, é uma antiga atriz do cinema mudo.  Norma descobre então que, Joe é um roteirista e o contrata para revisar o roteiro do filme Salomé, que marcará o seu grande retorno às telonas. O filme Salomé é péssimo, porém o pagamento é substancial e, como Joe não tem nada para fazer, ele aceita o trabalho.

O que observar: Todas as caras bizarras que a Gloria Swanson faz.

 

04. Tropic Thunder (Trovão Tropical)

8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo e que valem seu tempo

@Divulgação

Filme norte-americano de 2008, coescrita, coproduzida e dirigida por Bem Stiller – estrelada por ele, Robert Downey Jr. e Jack Black do gênero comédia e ação.

O que Hollywood (quase) ama mais do que filmes de sobre si mesma? Filmes de guerra! E que tal um filme de guerra que na verdade é um filme sobre Hollywood? O filme gira em torno de um grupo de três atores que estão gravando um filme sobre a guerra do Vietnã. O diretor e roteirista do filme está bastante frustrado e decide joga-los em uma selva e assim, os atores são forçados a interpretar os seus papéis sem o conforto de um estúdio, acabando por enfrentar perigos reais. É uma sátira incrível que zomba da indústria cinematográfica, com destaque para o jogo de egos dos atores.

O que observar: se você não gosta de palavrões ou piadas que extrapolam o limite da comédia, esse filme não é para você.

 

05. Mulholland Drive (Cidade dos Sonhos)

8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo e que valem seu tempo

@Divulgação

Filme franco-estadunidense de 2001, do gênero drama e suspense que, foi escrito e dirigido por David Lynch.

O filme conta a história da tímida Betty (Naomi Watts), uma aspirante a atriz que se muda para Los Angeles e encontra Rita (Laura Harring) uma mulher bastante misteriosa que acabou de perder a memória em um acidente de carro. É um dos primeiros “filmes de Hollywood sobre Hollywood” e promete ser um longa que você não vai esquecer tão cedo.

O que observar: tudo! E ainda assim você não vai saber o que aconteceu direito quando os créditos rolarem.

VEJA TAMBÉM:

Se você ouvir um grito em um filme, provavelmente é o grito de Wilhelm

Continue com: 8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo que valem seu tempo

 

06. La La Land (La La Land: Cantando Estações)

@Divulgação

Filme estadunidense de 2016, escrito e dirigido por Damien Chazelle.

Segue a história de um pianista de jazz (Ryan Gosling) e de uma aspirante a atrás (Emma Stone) que se apaixonam em Los Angeles. Mas talvez o que La La Land faz de melhor seja reprimir a magia de se mudar para Hollywood em busca de um sonho.

O que observar: A sequência de dança de abertura, que fechou as rodovias 110 e 105 no centro de Los Angeles por dois dias!

 

07. The Player

@Divulgação

É um filme norte-americano de 1992 dirigido por Robert Altman.

Um produtor bem-sucedido de Hollywood sofre com ameaças de morte de um escritor anônimo cujo discurso ele rejeitou no passado – enquanto ele vê a ascensão do estúdio cinematográfico concorrente ao seu.

O que observar: o número de celebridades que atuam sozinhas – a tela de créditos finais é impressionante.

 

08. Barton Fink – Delírios de Hollywood

@Divulgação

Filme estadunidense, do ano de 1991 que, foi dirigido, produzido e editado pelos irmãos Joel e Ethan Coen.

Por último mas, não menos importante dessa lista de 8 filmes que Hollywood fez sobre si mesmo que valem seu tempo, esse filme é situado em 1942, onde Barton Fink é sobre um dramaturgo intelectual da Brodway que não acredita em nada além da arte, mas decide tentar…Hollywood!

O que observar: todo o simbolismo e referências – há uma tonelada.

Que tal essa maratona? Aproveite!