11 fatos marcantes sobre a princesa Diana

Em 1997, o mundo inteiro ficou perplexo com a morte precoce de ‘Lady Di’, conhecida por nós no Brasil como Princesa Diana (nome de batismo: Diana Frances Spencer). Lady Di foi um símbolo de ícone e força de independência que continua forte mesmo depois de mais de 20 anos de seu falecimento. Separamos uma lista de apenas 11 fatos marcantes sobre a princesa Diana:

11 fatos marcantes sobre a princesa Diana

@King Castle Archive

Trabalhou como assistente em uma creche

11 fatos marcantes sobre a princesa Diana

@King Castle Archive

Foi em uma creche que Princesa Diana disse ter aprendido o que era educação para crianças, inclusive levando esta mesma educação para seus filhos William e Harry que frequentaram a escola Montessori – esta escola seguia o mesmo modelo de currículo da Young England Kindergarten, onde não muito tempo antes ela era assistente na creche.

Anos depois, segurando seu filho Harry, fez um pequeno gesto que deixou a família real irritada, mas que mostrou o quão humana Lady Di era: Seu filho estava em seu colo e ela deixou que ele morde-se seu dedo. Um ato simples para nós, mas para família real foi algo como uma afronta contra toda a suas pompas.

Queria ser bailarina

A Princesa mais famosa da história não era uma mulher super alta, sua estatura exata era de 178 centímetros – mas o suficiente para que fosse apontada como ‘alta demais para praticar balé’.

Príncipe Charles e a irmã de Diana

11 fatos marcantes sobre a princesa Diana

@Au History

Este é um dos fatos que a família real fez o possível o impossível para abafar, mas não conseguiu. Charles manteve um relacionamento (antes de ter sequer namorado a Princesa Diana) com Sarah, irmã da futura princesa. Após o término do ‘namoro’, Sarah contou a imprensa alguns detalhes sobre o relacionamento com Charles e fez questão de mostrar o recorte do jornal onde foi publicado para o próprio príncipe!

Alguns dizem que ‘tomado de raiva’, Charles voltou sua atenção para Diana.

Tempos mais tarde, quando o noivado entre Diana e Charles foi anunciado, Sarah ainda debochou dizendo: “Eu apresentei os dois, sou a irmã cupido”.

O vestido de noiva foi uma peça de arte

@British Crown News

O vestido utilizado por Diana no casamento, continua até hoje uma peça icônica! Sendo copiado de todas as formas possíveis. O vestido foi desenhado por Elizabeth Emanuel na cor marfim e feito de seda ornados por uma renda antiga e coberto por mais de 10.000 (DEZ MIL!) pérolas. Vale falar que todo ele foi costurado a mão.

Princesa para o mundo, uma leoa para com os filhos

Para começar, Diana não concordava com a educação diferenciada que a família real exigia – e quis dar a educação o mais “normal” possível para seus filhos, ela inclusive dirigia para os levar para a escola sempre que podia.

Chegou a usar sua posição de princesa para impressionar

@Divulgação / Cindy Crawford

Quando William estava com 12 anos, passou aquela fase que todos os meninos acabam passando: achar uma personalidade fantástica e se possível ter seus pôsteres (bem, recado para os mais jovens: isso era comum lá nos anos 90).

Certo dia, Diana convidou a modelo Cindy Crawford para sua casa – tudo na intenção de impressionar William. Quando ele a viu, ficou totalmente envergonhado! Segundo ele mesmo suas paredes eram cobertas por pôsteres dela, por quem sustentava uma paixonite adolescente.

 

VEJA TAMBÉM:

A razão por trás do guarda-roupa brilhante da Rainha Elizabeth II

Continue com: 11 fatos marcantes sobre a princesa Diana

 

Ela mandava bilhetes

Diana era conhecida por enviar bilhetes dos mais diversos, mas especificamente por enviar bilhetes de agradecimento pelas ações dos outros – muitas vezes – até mesmo as menores ações que alguém poderia ter tido.

Um exemplo, foi quando o motorista dela entregou ao Príncipe William um filme do James Bond e disse que ele deveria assistir. William assistiu e adorou. Diana escreveu um bilhete de agradecimento ao motorista por ter levado um pouco de ‘ficção e ação’ para seu filho.

Ela tinha uma madrasta

Seu pai casou após o divórcio com sua mãe (o que por si só é um grande taboo para família real britânica), mas o interessante é que a madrasta de Diana era Raine, filha da famosa escritora Barbara Cartland.

Era fã de carteirinha da banda Abba

Ela não escondia de ninguém que era apaixonada pela banda Sueca. Essa informação era tão difundida entre os familiares próximos que no casamento de Kate Middleton (Atualmente a Duquesa de Cambridge), foi solicitado pela própria Kate a presença da música ‘Dancing Queen’ durante a cerimônia. Um ato e tanto de respeito e lembrança.

Gostava de filmes de terror mas só podia assistir sozinha

Era grande fã de filmes de terror, mas algumas pessoas mais próximas da família real disseram que Charles não era! Então ela precisava fazer suas maratonas em uma sala exclusiva em que ninguém podia entrar enquanto alguma produção estava sendo exibida.

Onde Diana está enterrada?

@Telegraph / Tumulo de Princesa Diana

Mesmo sendo famosa, todos devem entender e respeitar os desejos da família que quer o máximo de respeito. Desta forma, Lady Di foi enterrada em uma ilha privada que pertence a família real. Nesta ilha, foram plantados 36 carvalhos que levam diretamente para a sepultura de Diana.

Há alguns anos, algumas imagens da sepultura foram publicadas na internet e mostravam a construção abandonada. A assessoria da família real disse se tratar de fotos montagens, mas em 2016 foi anunciado uma total reforma no local.